sejam bem-vindos ao perigosas garotas, por gabriela mayer

#BlogSOS: Blogger vs Wordpress

11/05/2015

Comentário(s), gabi

Há apenas algumas semanas, o blog comemorou dois anos de vida e para prestigiar a data eu reuni 10 coisas que eu gostaria de saber quando comecei a blogar (parte um e parte dois), e enquanto montava esse post, eu não só me dei conta de como evoluí como blogueira mas também o tanto de coisa que eu aprendi nesse tempo e nem havia me dado conta.

O retorno desses posts foi super positivo, tanto que eu resolvi iniciar um projeto que já estava na minha cabeça fazia um tempo: uma série de posts a respeito de blogar.

Como vocês podem ver pelo título ali em cima, sim, depois de muito planejar, procrastinar e planejar mais um pouco, finalmente eu venho trazendo o primeiro post da série #BlogSOS. A ideia é abordar temas corriqueiros na vida de um blogueiro (tanto iniciante como outros que já estão aí há um bom tempo), solucionar dúvidas, apresentar sugestões e dar dicas que vão facilitar e muito a vida de qualquer blogger, do mesmo jeito que elas facilitam a minha.

E para começar eu escolhi um tema chave: Blogger vs Wordpress.

Qual o melhor?

A maioria dos bloggers aqui no Brasil utiliza, ou começa utilizando, a plataforma grátis do Blogger, que é o meu caso.

Quando eu fiz o blog eu sequer sabia das várias outras opções existentes e fui direto na mais conhecida, no caso o Blogger.

São inegáveis os benefícios dessa plataforma e até hoje eu não me arrependi de utilizá-la, mas conforme o tempo passa e você começa a entender um pouco melhor a respeito desse mundo online, você também abre os olhos para as outras opções e vê que as coisas não eram tão simples quanto imaginava.

E se você pensa que em uma batalha Blogger vs Wordpress quem sai ganhando é o Blogger, você está enganado.

Eu mesma já testei o Wordpress então baseada nisso venho fazer essa comparação para você que está pensando em fazer um blog ou quem sabe migrar de plataforma. Confira só os prós e os contras de cada uma.
Quando você é um total iniciante e pensa "eu quero fazer um blog, mas como?", o Blogger é a melhor alternativa. Fácil de mexer, super simples de manusear e ainda oferece milhares de opções de templates grátis, além da facilidade de você mesmo manusear os códigos e montar o seu (tem tutorial de tudinho por aí hoje em dia, é só fuçar).

Mas se você pensa em fazer seu blog crescer, se pensa em passar da casa das milhares de visitas diárias, saiba que a plataforma do Blogger é limitada nesse quesito. Eu não sei qual o limite de acessos de página, mas se por exemplo um post seu vira viral na internet e um grande tráfego é dirigido até sua página de uma vez, é bem provável que ela caia e fique fora do ar.

E é aí que entra o serviço de hospedagem que infelizmente, o Blogger não disponibiliza.

Para evitar o correr o risco de ter sua página fora do ar, é aí que entra o serviço de hospedagem, que te garantiria ter sua página sempre no ar de acordo com seu pacote de acessos.

Outro ponto a se lembrar, é que o Blogger é  uma propriedade do Google, então cada conteúdo seu postado nessa plataforma não pertence a você, mas sim ao Google, e existem casos (raros) de o Google ter excluído páginas e retirado blogs do ar por achar que o conteúdo feria suas diretrizes. Ninguém quer correr o risco de certo dia tentar acessar sua conta e ver que perdeu tudo, né?
A maioria dos blogs quando começa a ter muitos acessos, derradeiramente, migra para o Wordpress, pois lá apesar de ter uma interface um pouco mais chatinha e complicada de se mexer, principalmente para quem já está acostumado ao Blogger, ela ainda oferece muitos outros benefícios que vão te fazer querer ter começado por ela desde o início.

Vamos dizer que o Wordpress é a plataforma mais "profissional", e quando digo profissional, lê-se cara também. Ela tem a opção de fazer um blog gratuito, é claro, e oferece também a compra de domínio próprio e é compatível com o serviço de hospedagem, mas em compensação quando o assunto é template e aparência do site, as coisas complicam um pouco.

Por ser totalmente diferente da plataforma do Blogger, são diferentes também suas estruturas e a diferença de preços de um template personalizado da plataforma do Blogger e do Wordpress são bem grandes, a do último, sendo bem mais caro.

Mas a verdade é, uma hora ou outra e com o crescimento, você terá que migrar do Blogger para o Wordpress, e dizem que dá uma dor de cabeça danada fazer essa mudança e ela acaba bagunçando todos os seus conteúdos antigos te fazendo precisar editar tudo novamente. Acredito que ninguém queria essa dor de cabeça, né?

Mas o único modo de evitá-la é: começando pelo Wordpress.

Eu comecei pelo Blogger e ainda uso essa plataforma, mas tenho em mente que futuramente vou precisar migrar também e sinceramente não estou nenhum pouco animada com isso. A questão é: será que vale a pena migrar agora enquanto ainda não há necessidade e eu tenho menos conteúdo que precisará de edição ou só quando for realmente necessário?

A ideia do post de hoje era ser algo mais esclarecedor e eu comecei bem do básico para sanar as dúvidas de todos, até de quem ainda não tem um blog e está pensando em fazer um. Meu conselho? Começa logo pelo Wordpress e poupe trabalho futuro, baby.

Mas e vocês, preferem qual plataforma, Blogger ou Wordpress? Têm alguma sugestão para os próximos posts?