sejam bem-vindos ao perigosas garotas, por gabriela mayer

Guia de Viagem: Atlanta

17/06/2015

Comentário(s), gabi

Um fato sobre mim é que eu amo viajar.

Desde pequena eu sempre viajei muito com minha família aqui pelo Brasil afora mesmo, então acho que é por isso que peguei tanto gosto por viagens, mas também, quem não gosta de conhecer lugares novos?

Eu amo ver posts no estilo de “guia de viagens” para diferentes pontos turísticos nos outros blogs, e foi fuçando minhas pastas e mais pastas de fotos que eu achei as fotos da minha viagem para Atlanta no ano passado e pensei em trazer essa dica pra vocês!

Se você está indo para os Estados Unidos, para algum lugar perto da Georgia, ou até mesmo diretamente pra Atlanta, eu super recomendo a visita para a cidade! Vem só conferir o que tem de legal por lá!

Eu na verdade passei uma temporada na Carolina do Sul, mas como havia acabado de chegar no país e estava na época de campeonato de futebol americano, meu tio planejou um final de semana em Atlanta que fica no estado da Georgia e ficava há umas quatro horas de carro da nossa cidade para assistir a um jogo por lá.

O melhor da cidade é que os pontos turísticos e as atrações ficam todos próximos bem no centro da cidade como vocês podem ver no mapinha acima, e como nós ficamos em um hotel bem ali, dava para visitar todos de a pé, mas como estava chovendo não foi lá muito viável essa ideia.

Se você está pensando em visitar a cidade, recomendo que também se hospede ali pelo centro, pois assim você vai economizar na parte do transporte, já que (se o clima cooperar, o que não foi nosso caso) você pode visitar tudo a pé mesmo.
Nós chegamos no sábado de tarde, fizemos check-in no hotel que tinha uma vista linda do hotel Westin Peachtree Plaza que é tipo outro marco da cidade e dos prédios ali de downtown, formando uma paisagem super urbana mas beeem americana. Me senti em NY, juro! Haha

Estava garoando quando chegamos à cidade, mas mesmo assim resolvemos aproveitar o dia livre e fomos a pé mesmo em direção ao parque olímpico que é um dos pontos turísticos da cidade e uma lembrança da Olímpiada de Atlanta de 1996.

Mas bem no meio do caminho a chuva decidiu cair, além do frio, e foi então que a gente teve que decidir de última hora entre outras atrações famosas de Atlanta: visitar o Museu da Coca-Cola ou o Aquário.

Os dois ficam um bem de frente para o outro, separados só por uma praça, mas infelizmente as filas estavam gigantescas e estava frio e chovendo, e acabamos optando pela fila que estava menor que foi a do Museu da Coca-Cola, o que ainda nos rendeu uma hora de espera bem gelada. Juro que nunca senti tanto frio na minha vida que nem aquele dia, mas faz parte. D:

Outro detalhe importantíssimo que vale para qualquer lugar que você for visitar: cheque a previsão do tempo e sempre leve agasalhos extras! haha

Se você for com um pouco mais de tempo e encontrar menos filas, acho que dá pra checar as duas atrações no mesmo dia, então aqui ficam as informações do Museu e do Aquário:

  • Museu da Coca-Cola: o ingresso individual comprado na hora sai por uma média de 30 dólares, e o Museu interativo conta com várias atrações lá dentro como por exemplo um cinema com uma animação do tão conhecido urso polar da Coca-cola, o famoso cofre que contém a fórmula secreta do refrigerante, um cinema 4D e a parte que todo mundo gosta: uma sessão aonde você pode beber refrigerantes produzidos pela marca de diferentes regiões do mundo todo, inclusive a própria Coca-Cola. E no final, você ganha de brinde uma sacola com duas garrafinhas super fofas que dá até dó de beber. :( haha
  • Georgia Aquarium: eu infelizmente não visitei essa atração mas queria muito ter tido tempo, afinal o Aquário de Atlanta é conhecido por ser o maior do mundo e por possuir a maior coleção de peixes do globo também! O preço do ingresso é um pouco mais de 30 dólares se comprado na hora, mas tem desconto se for agendado e comprado online. ;)


Quanto à atração noturna eu não posso opinar muito pois tinha 18 na época e mesmo agora eu não poderia sair muito a noite pois muitos estabelecimentos noturnos que não aceitam menores de 21 anos, por essa ser a maioridade para ter autorização para o consumo de bebida alcoólica nos Estados Unidos.

O bom não só de Atlanta, mas do país, é que sempre tem os pubs e os restaurantes de fast-food como uma opção para quem é “menor de idade”, então se esse é o seu caso, o Hard Rock Cafe é uma boa pedida.

Esse pub super famoso ao redor do mundo até que ficava perto do hotel, mas como era a noite e a chuva não dava trégua, nós fomos de carro até lá, e por seu um sábado a noite, não teve jeito, enfrentamos uma fila de espera por uma mesa de uma hora. Mas valeu a experiência, né?

O legal do Hard Rock é que tudo é decorado bem a caráter e tem vários retratos, figurinos entre outras coisas que remetem aos clássicos e aos ídolos do rock, inclusive eles tem uma loja vendendo os produtos da marca.
E outra atração que se você está em Atlanta, não pode perder, é conhecer a sede da CNN que é aberta ao público e conta com um pátio super bacana dentro do prédio da agência de notícias e, inclusive um Starbucks lá dentro.

  • A CNN oferece um tour pelos bastidores do seus estúdios pelo preço de 16 dólares.


E é claro também não pode deixar de conhecer os estádios da Philiphs Arena e o Georgia Dome.

Depois de tomar um café no Starbucks dentro da CNN na manhã de domingo, nós partimos para o estádio Phillips Arena que era uma estrutura enormeee e que ficava ali do lado mesmo.

Nós assistimos a partida do Panthers contra o time da casa Falcons e a partida foi outro espetáculo a parte. Está indo pros EUA em época de campeonato da NFL? Então não deixe de conferir uma partida no campo, é surreal!

Atlanta é uma cidade linda e bem urbana, cheia de prédios e acredite, tem muito o que se fazer por lá, mas como fiquei pouco tempo só pude visitar as principais mesmo, mas acreditem valeu e muito a visita!

Se você está planejando conhecer a cidade, você pode conferir outras atrações aqui nesse link.

E ah, eu não podia deixar de citar aqui: cada lugar nos Estados Unidos o inglês tem uma pronúncia de um jeito, tipo os sotaques do português em cada lugar do Brasil. Na Carolina do Sul, eram os rednecks, ou caipiras, que possuíam um sotaque meio puxado, mas gente, em Atlanta é muuuito diferente, pensa em um inglês que eu penei pra entender? Haha


Bom, essa foi minha curta, gélida, mas feliz experiência lá em Atlanta. Mas e vocês, gostaram do post?