sejam bem-vindos ao perigosas garotas, por gabriela mayer

Como Se Inspirar Quando Se Está Passando Por Um Bloqueio

15/02/2016

Comentário(s), gabi

Semana passada eu compartilhei com vocês 30 ideias de temas de posts para quando você está sem inspiração, lembram-se?

E pensando nesse tema que o chato do bloqueio criativo eu elaborei também algumas dicas que me fazem superar essa fase!

A verdade é que não tem como ficarmos inspiradas 100% do tempo, mas podemos fazer uma coisinha ou outra pra mantermos sempre nossa produtividade no blog.

Eu não sou lá a pessoa mais criativa do mundo, mas ultimamente minha cabeça está a mil e foi por isso que achei legal compartilhar algumas dicas de como se manter inspirado com vocês também.

Confere só as dicas!

1Lembre-se do porquê você começou.

Essa dica talvez seja a mais importante de todas, e para mim só veio me fazer sentido faz pouco tempo.

Quando começamos a blogar já temos em mente várias ideias que queremos colocar em prática, mas depois de um tempo elas começam a ficar escassas e querendo ou não, vez ou outra passamos pelo inevitável branco.

E não sei vocês, mas depois de um tempinho na blogosfera nós acabamos começando a conhecer outros blogs e caindo na besteira de nos compararmos a eles. O sucesso, a aparência, o conteúdo.

Caímos também na besteira de não só nos inspirarmos em outros blogs, mas acabamos perdendo nossa originalidade tentando reproduzir o sucesso de outros.

Uma coisa que não funciona pra mim é fazer algo porque os outros estão fazendo. Eu não funciono se não estou fazendo algo que gosto e acredito, e quando passei a postar conteúdos que sabia que iam “bombar”, mas não eram exatamente o que eu queria postar, comecei a perder todas a minha motivação de ir em frente.

Então aqui fica minha dica: se lembre do porque você começou.

Lembre-se das coisas que lhe inspiraram a começar um blog e achar que tinha algo de bacana a respeito para compartilhar.

Volte à sua essência e tenho certeza que lá no seu interior você vai se reencontrar e vai voltar cheia de ideias originais e energia renovada.

Funciona, viu?

2Fuja das terríveis taaaaags!

Não sei se já cheguei a falar aqui no blog, e sei também que muitas pessoas não vão lá gostar de ouvir (ler) isso, mas aqui vai uma real: eu odeio tags!

Seja no youtube ou blog, eu simplesmente não gosto e tenho uma opinião só a respeito: pura falta de conteúdo.

Já debati muito esse assunto e sempre ouço a mesma desculpa “ah, mas eu gosto de tags, elas são tão descontraídas!”. Tá, são. Mas aqui vai uma má notícia para você que usa e abusa das tags em vídeos e posts:

A menos que você já tenha um blog ou canal grande, ninguém se interessa pelas suas respostas.
Chato pra caramba, né? Mas é a pura realidade.

Essas tags são meios dos comunicadores responderem vários conjuntos de perguntas, que no caso são questões sempre recorrentes do público, de uma só vez, sem precisar responder uma por uma.

É uma forma também dessas pessoas mostrarem um pouco mais de si através das respostas e fazer o público se sentir mais próximo, sabe?

Mas aqui vai minha questão: se ninguém sequer te conhece ou conhece seu trabalho o suficiente para se interessar pela pessoa por trás dele, você acha mesmo que ele vai querer ver o vídeo de 50 fatos sobre você?

Claro que sempre existem exceções, mas na grande maioria das vezes a resposta é uma só: não.

Espero ter me feito entender e não, não estou criticando quem faz as tais Tags, mas sim que elas têm de ser usadas com moderação e não como um modo de mascarar que você não tem nada de novo para mostrar ao mundo além de questões repetitivas.

Claro que se você for indicada a responder alguma não tem problema nenhum, principalmente se você sabe que já tem um público de seguidores. Mas é como diz aquele ditado “tudo demais é sobra”, então cuidado com os excessos.  ;)

3 Encontre a sua voz.

Já falei a respeito disso antes e vou repetir: encontrar a sua voz de blogueira é outra coisa que pode alavancar seus posts e blog.

“Mas como assim minha voz?”

Sua voz é seu jeito de se comunicar, de se expressar através das palavras.

Você já parou para pensar do jeito que você escreve no blog? Pegue um post seu e tente lê-lo da perspectiva de um leitor.

É uma forma cativante? Divertida? Interessante? Já no primeiro parágrafo você se sente motivada a ler o resto do post?

Se você respondeu não para uma ou todas dessas perguntas, acho que você deve rever sua voz narrativa.

Não que seja algo péssimo que vá afugentar os leitores do seu blog, mas não tem nada melhor do que ler um post claro, objetivo e que você se sente cativado a ler até a última linha, certo?

E tem sim, como você se tornar esse tipo de blogueiro!

Quando eu comecei a blogar, lógico que não sabia disso e escrevia de forma bem entediante, arrisco dizer. Sabe aqueles textos engessados e sem graça? Então, era desse jeito.

Fazendo um comparativo, por exemplo, quem mais vocês gostam de assistir, o tutorial de blogueira séria, cheio de termos técnicos e expressão fechada, ou ver o vídeo de outra mais espontânea, simpática e que age com naturalidade?

Eu gosto muito mais do segundo tipo, óbvio, e é a mesma coisa para os posts no blog.

Você precisa passar essa “naturalidade” para seus textos.

Um exemplo que eu li, apliquei e não largo nunca mais na vida e que é a melhor dica que vocês verão hoje é:

Escreva seu post como se você estivesse falando desse determinado assunto com sua melhor amiga.

A minha escrita mudou muito depois que eu comecei a aplicar esse truque nos meus posts, e mudou pra melhor, viu?

“Mas Gabi, o que isso tem a ver com inspiração e criatividade?”

Tem tudo a ver, miga!

Quando escrevemos dessa forma mais descontraída, com esse objetivo de informar algo ao leitor de forma mais espontânea, acredite, as palavras fluem com muito mais naturalidade e você também se diverte muito no processo.

Sempre que você for escrever um post com essa ideia em mente, essa tarefa vai se tornar muito mais fácil por causa da mentalidade de que você está fazendo algo que gosta, e não está “escrevendo porque o blog precisa de um post novo”.

Sabia que se pressionar só piora no processo criativo, né? Então quando você está passando por um branco, se pressionar para tirar uma ideia de post não vai lá adiantar muito, não.

Nessas horas o melhor é respirar fundo e relaxar, porque são nessas horas que nossas melhores ideias vêm!

Bom, eu espero que essas dicas tenham ajudado vocês tanto quanto eu, e que da próxima vez que tiverem um bloqueio, se lembrem delas também. ;)

Mas e vocês, já passaram por isso? Usam alguns desses truques?


5 Comments:

modismo de luxo said...

Que dicas otimas e gostosas de ler kkk, como você disse, sua escrita está otima, vou levar pro blog tudo isso... beijos
http://www.modismodeluxo.com.br/

Julia Melo said...

Amei o post, miga! Ótimas dicas!!

Beijos,
Julia.

porfavorjulia.com

Lilian Moraes said...

Adorei a sua sinceridade no post, principalmente em relação a tags. Eu detesto ver tags até de blogs/canais mais famosos tipo Taciele Alcolea/Niina Secrets / Nah Cardoso...acho super tedioso. E é bem isso que você falou mesmo, ninguém se interessa pela suas respostas. Eu respondi duas tags que me taguearam no meu blog, mas eram assuntos que me interessavam, como minhas séries favoritas e coisas assim. Respostas como essas, eu gosto de escrever e acompanhar, pois sou muito fã de séries. Mas de resto, não sou muito fã também.

Beijos
http://orangelily.com.br/

Beatriz Andrade said...

Eu estou passando por um bloqueio fortíssimo. A minha sorte é que quando estou com criatividade, faço vários posts e deixo salvo. Minha salvação!
Beijo,
paraisodemenina.blogspot.com

A Bela, não a Fera said...

A primeira dica SEMPRE.
| A Bela, não a Fera |
| FB Page A Bela, não a Fera|

Postar um comentário